GreenYellow construirá usinas solares para atender farmácias do Grupo DPSP

Grupo DPSP pretende adotar a energia renovável em 100% de suas farmácias até 2023

O Grupo DPSP, responsável pelas Drogarias Pacheco e Drogaria São Paulo, assinou um acordo com a GreenYellow para o fornecimento de 15 GWh anuais.

A GreenYellow será responsável por todo investimento inicial, bem como a construção, operação e manutenção da usina durante todo o contrato que terá duração de 10 anos. “Essa parceria firmada com a GreenYellow permitirá seguirmos com o nosso propósito de diversificarmos o cenário energético dentro da companhia para fontes renováveis e evitarmos a emissão de mais de 150 toneladas de CO2 na atmosfera nos próximos 10 anos”, disse o presidente do Grupo DPSP, Jonas Laurindvicius.

Para entregar o recurso contratado, a multinacional francesa deverá construir cinco usinas solares no Brasil na modalidade de geração distribuída, localizadas em Riolândia, Barretos e José Bonifácio, no estado de São Paulo, Itaperuna, no Rio de Janeiro, e em Planaltina, no Distrito Federal, sendo que a última, com potência máxima de 752 kWp, já foi conectada à distribuidora CEB em dezembro de 2021. As usinas somadas possuem 8,03 MWp de potência instalada e a energia produzida nas cinco usinas será utilizada para compensar o consumo nas lojas da rede.

No total, o volume de energia gerado pelas fazendas fotovoltaicas será obtido por meio da instalação de quase 25 mil painéis e equivale ao consumo energético de aproximadamente 8 mil casas e à emissão de 1.790 toneladas de CO2 ao longo de um ano.

“É muito positivo que as empresas, como o Grupo DPSP, estejam dedicadas à transição energética, buscando consumir o recurso a partir de fontes renováveis e com maior previsibilidade”, ressaltou o diretor comercial da GreenYellow no Brasil, Marcelo Varlese.

Hoje o Grupo DPSP já conta com uma fazenda solar e pretende adotar a energia renovável em 100% de suas farmácias até 2023.