Eneva anuncia oferta de ações e debêntures que somam mais de R$ 5 bilhões

Recursos serão usados para aquisições de Celse e Cebarra, além de gastos com Itaqui, Parnaíba e Jaguatirica

A Eneva anunciou uma oferta de ações do tipo restrita de 300 milhões de novas ações de emissão da companhia. Os recursos da operação serão usados para a compra da Celse (UTE Porto de Sergipe) e da Cebarra. De acordo com a empresa, o preço por ação será fixado após a conclusão de coleta de intenções de investimento, que será realizado junto a investidores profissionais. A cotação das ações em 14 de junho ficou em R$13,64 por ação ordinária. Com base nesse preço, o valor total da oferta ficaria pouco acima de em R$4 bilhões. Mas segundo a Eneva, o valor é só um indicativo e pode variar para mais ou para menos, conforme a conclusão do Procedimento de Bookbuilding.

A geradora térmica também anunciou a oferta pública de distribuição de 1,7 milhão debêntures, com valor nominal de R$ 1.000 cada uma, no dia 15 de julho, em até quatro séries. A oferta dos papéis soma R$ 1,7 bilhão e a quantidade de debêntures inicialmente ofertada poderá ser aumentada em até 340 mil papéis adicionais, nas mesmas condições e pelo mesmo preço das debêntures inicialmente ofertadas. Com isso, a oferta pode chegar a R$ 2,04 bilhões.

A operação foi aprovada em reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada em 13 de junho. Os recursos dessa oferta vão ser destinados ao o reembolso de despesas com mútuos celebrados com as SPEs do Projeto Itaqui e do Projeto Pecém II, para pré-pagamento de financiamentos firmados com o BNDES e com o BNB e o reembolso de gastos, despesas e amortização de financiamentos relacionados à exploração do Projeto Parnaíba VI e do Projeto UTE Jaguatirica II.