Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A agência de classificação de risco, Fitch Ratings, estima que o pagamento da outorga para renovação de concessões em 2023 pode pressionar o rating da Copel caso o grupo não levante pelo menos R$ 1,6 bilhão via aumento de capital.

Segundo a Fitch, um montante mínimo de aumento de capital necessário para que o perfil de crédito da Copel não seja pressionado pelo pagamento da outorga para a renovação de importantes concessões da sua subsidiária integral Copel Geração e Transmissão (Copel GeT), braço de geração do grupo.

As projeções da Fitch incorporam importante redução nos custos da distribuidora do grupo a partir de 2024 e pagamento substancial de impostos em 2023, referentes ao ganho de capital na renovação das concessões de geração.