Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A CPFL Energia registrou lucro líquido de R$ 1,247 bilhão no segundo trimestre do ano, 1,2% menor que o obtido em igual período anterior. O lucro líquido acumulado nos seis primeiros meses do ano ficou em R$ 2,898 bilhões, com alta de 19,5%.

O ebtida consolidado do trimestre cresceu 7,2% para R$ 3,054 bilhões de abril a junho. Já no primeiro semestre, o ebtida aumentou 19,9% para R$ 6,584 bilhões.

A CPFL teve receita operacional bruta de R$ 13,646 bilhões no segundo trimestre, com recuou de 2,2% sobre 2022. No acumulado de janeiro a junho, a receita bruta alcançou R$ 27,057 bilhões, 1,2% a menos que no ano passado. Já a receita operacional líquida do trimestre ficou em R$ 9,389 bilhões em linha com o mesmo período anterior. No ano, a receita líquida está em R$ 19,228 bilhões, ou 3,3% a mais.

Os investimentos no 1° semestre alcançaram R$ 2,283 bilhões, o que significa queda de 10,8% sobre o ano anterior. No trimestre, os aportes chegaram a R$ 1,201 bilhão, também caindo 10,8%. No ano, a empresa espera investir R$ 5,2 bilhões ao todo. A dívida líquida da companhia cresceu 5% para R$ 28,109 bilhões.

A carga na área de concessão da CPFL caiu 1,32% no trimestre para 16.416 GWh, enquanto, no ano, a queda foi menor, de 0,6%, para 34.935 GWh. As vendas de energia na área ficaram estáveis no trimestre em 17.216 GWh e tiveram leve queda de 0,7% no semestre para 34.906 GWh. As vendas no mercado cativo caíram 1,6% no trimestre para 9.755 GWh e 2,7% no semestre para 20.359 GWh. Já para os clientes livres houve alta de 1,9% para 7.461 GWh e de 2,3% para 14.547 GWh, respectivamente.