Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A GreenYellow estabeleceu parceria junto à startup brasileira Jundu Carbon, que permite à multinacional francesa emitir e comercializar créditos de carbono de usinas fotovoltaicas no Brasil. Por meio desse acordo, além da geração de créditos, a GreenYellow passa, também, a atuar na gestão dos certificados para seus clientes.

De acordo com a gerente de marketing e inovação da GreenYellow, Marília Damião, a inclusão do serviço de neutralização de carbono no portfólio se encaixa perfeitamente no rol de ofertas de descarbonização, que já conta com soluções de consumo inteligente de energia e com geração de recurso energético de fonte renovável (fotovoltaica).

A primeira transação realizada pela GreenYellow, com suporte da Jundu, aconteceu no primeiro trimestre de 2023, com o total de 960 créditos de carbono, junto ao Grupo Soma. Para o analista de sustentabilidade do Grupo Soma, Rafael Carvalho, eles já conseguiram ver resultados das ações refletidas no aumento da pontuação do CDP (Carbon Disclosure Project) da companhia, que subiu de C- para B no ano passado.