Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Itaipu Binacional inaugurou na última quinta-feira, 24 de agosto, o primeiro laboratório com rede 5G privativa do Brasil, o PTI 5GLab, durante solenidade realizada no auditório Cesar Lattes, localizado dentro do Parque Tecnológico Itaipu – Brasil (PTI), em Foz do Iguaçu (PR). Ao todo, a binacional investiu R$ 7.906.180,40 no local, que pretende ser o celeiro de testes e desenvolvimento de novas tecnologias, como o cão-robô exibido no evento. A ação é fruto de uma parceria entre a Itaipu Binacional, o PTI e a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

No valor do investimento estão inclusos obras, instalações e equipamentos para criação do laboratório e o custeio do programa “Itaipu Let5Go Startups”, que tem como objetivo incentivar startups a desenvolverem projetos com a tecnologia 5G. O edital com mais informações para a seleção será aberto no dia 13 de setembro. De acordo com a Binacional, com a abertura do edital as startups do Brasil inteiro terão a possibilidade de testar suas tecnologias em um lugar único no país. Por meio do laboratório será possível realizar pesquisas e estudos em temas como internet das coisas (IoT), realidade virtual e aumentada, conectividade de alta velocidade, segurança e privacidade.

Durante a cerimônia, foi assinado pelo PTI e ABDI o início do Critical Tech. O projeto tem o objetivo de acelerar a adoção da indústria 4.0 a partir da implementação de casos de uso e testes de modelos de negócio com a tecnologia 5G em áreas de infraestrutura crítica e ambientes industriais.