Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A EDP no Brasil assinou acordo com um grupo de investidores brasileiros coordenados pela Mercurio Asset para a venda de 80% de sua participação na UTE Porto do Pecém. No contrato ainda estão formadas as condições para a venda dos 20% remanescentes até o final do contrato de energia vigente. O valor da transação não foi revelado.

A central de geração de Pecém é uma usina térmica movida a carvão mineral, localizada no Porto Pecém, no Ceará, e possui capacidade instalada de 720 MW, com contratos de energia por disponibilidade vigentes até julho de 2027. A ideia da empresa ainda desde a administração passada era a de desfazer-se desse ativo em decorrência das metas de descarbonização da geração da empresa.

A usina de Pecém registrou um desempenho operacional com disponibilidade média de 99,8% até o final de agosto de 2023. Após um máximo histórico na geração registrada em 2021, resultante da seca extrema no Brasil, o Operador Nacional do Sistema não emitiu qualquer despacho para a usina nos últimos 16 meses, devido aos recentes níveis elevados dos reservatórios hidrelétricos na região. Por isso, a central está apenas disponível sem operar.