Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Wärtsilä encerrou o terceiro trimestre do ano com resultado operacional comparável 53% mais elevado do que no mesmo período de 2022, para 125 milhões de euros, o que representa 8,6% das vendas líquidas. O resultado operacional aumentou para 117 milhões de euros levando o lucro básico por ação a 0,14 euros, ante nada do ano anterior.

Entre julho e setembro, a entrada de pedidos aumentou 11% para 1,8 bilhão de euros. A entrada de ordens de serviço aumentou 15%, para 842 milhões de euros. As vendas líquidas permaneceram estáveis em 1,5 bilhão de euros.

No acumulado do ano, o resultado operacional comparável aumentou 38% para 320 milhões de euros. Já o resultado operacional aumentou 337 milhões de euros para 274 milhões de euros, levando a empresa a sair do vermelho nesse período de 2022. Assim, o lucro básico por ação aumentou para 0,28 euros ante perdas de 0,16 euros.

Nos nove meses a entrada de pedidos aumentou 18% para 5,2 bilhões de euros. Já em ordens de serviço aumentou 16%, para 2,6 bilhões de euros. Assim a carteira de encomendas no final do período aumentou 6% para 6,6 bilhões de euros.

A companhia destacou que no segmento de energia, as políticas energéticas e climáticas em todo o mundo continuam a evoluir no sentido de metas de descarbonização e as perspectivas de transição energética a médio prazo permanecem fortes.

Mas ressalta que devido às taxas de juros mais elevadas e à volatilidade dos preços do gás, a incerteza permanece no ambiente global de investimento, atrasando a tomada de decisões, especialmente no negócio das centrais elétricas. Por outro lado, as restrições nas cadeias de abastecimento globais e relacionadas com a energia diminuíram consideravelmente, o que teve um efeito positivo, especialmente no armazenamento de energia das baterias.

A análise da companhia sobre o terceiro trimestre, mostra que a entrada de encomendas cresceu organicamente em 18%, apoiada por um bom desenvolvimento tanto em equipamentos como em serviços. No segmento de Energia, a entrada de pedidos de equipamentos diminuiu com menores volumes tanto em usinas termelétricas quanto em armazenamento de energia. No negócio de usinas, alguns pedidos vêm avançando.

“Esperamos que o ambiente de demanda para os próximos 12 meses seja semelhante ao período de comparação no negócio Naval (incluindo Energia Marinha e Sistemas Marítimos) e melhor que o período de comparação no negócio de Energia. Continuamos a fazer progressos constantes em direção à nossa meta de rentabilidade”, apontou a Wärtsilä em seu comunicado.

Além disso, o negócio de armazenamento de energia é classificado como rentável (numa base contínua de 12 meses) como resultado de uma recuperação bem sucedida.