Olá, esse é um conteúdo exclusivo destinado aos nossos assinantes
Para continuar tendo acesso a todos os nossos conteúdos, escolha um dos nossos planos e assine!
Redação
de R$ 47,60
R$
21
,90
Mensais
Notícias abertas CanalEnergia
Newsletter Volts
Notícias fechadas CanalEnergia
Podcast CanalEnergia
Reportagens especiais
Artigos de especialistas
+ Acesso a 5 conteúdos exclusivos do plano PROFISSIONAL por mês
Profissional
R$
82
,70
Mensais
Acesso ILIMITADO a todo conteúdo do CANALENERGIA
Jornalismo, serviço e monitoramento de informações para profissionais exigentes!

A Equatorial Energia informou que na última segunda-feira, 08 de julho, firmou contrato de compra e venda de ações entre a Equatorial Transmissão, subsidiária integral da Equatorial Energia e única acionista da Equatorial Transmissora 7 SPE, na qualidade de vendedora, e a Infraestrutura e Energia Brasil, na qualidade de compradora, com a interveniência e anuência da Equatorial SPE 7 e do CDPQ, um grupo de investimento global, estabelecendo, dentre outras matérias, os termos e condições da venda da totalidade das ações de emissão da Equatorial SPE 7.

No âmbito da Operação, o enterprise value da Equatorial SPE 7 é de até R$ 1,19 bilhão. Esse valor consiste em um equity value de até R$ 840,8 milhões, na data-base de 30 de novembro de 2024, corrigido pelo CDI da Data-Base até o efetivo fechamento, a ser pago pela Infraestrutura Energia à Equatorial Transmissão devido a aquisição de 100% das ações da Equatorial SPE 7, sendo R$ 710 milhões a ser pago na data de fechamento da Operação, e a diferença dividida entre: montante a ser pago de forma parcelada (sendo cada parcela ajustada pelo CDI a partir da data de fechamento), e montante a ser pago por meio de earn-out a depender do cumprimento de certas condições definidas nos termos do Contrato. Adicionalmente o enterprise value considera uma dívida líquida de R$ 350 milhões na data-base de 31 de Março de 2024.

Segundo comunicado da empresa, com a conclusão da Operação, a Equatorial Transmissão e a Equatorial Energia deixarão de deter qualquer participação direta e/ou indireta na Equatorial SPE 7, que passará a ter como única acionista a Infraestrutura Energia, controlada integral da empresa Verene Energia S.A.