Demanda total da Celesc cresce 2,1% no segundo trimestre

Destaque ficou com o mercado livre com expansão de 14,2% em carga e de 54,7% em unidades consumidoras a mais ao final de junho ante 2015

O consumo total de energia na área de concessão da Celesc ficou em 5.839 GWh no segundo trimestre de 2016. Esse volume é 2,1% mais elevado em comparação ao mesmo período do ano passado, com 5.718 GWh.  O mercado cativo recuou 1,8%, para 4.224 GWh enquanto o mercado livre avançou 14,2% para 1.611 GWh entre abril e junho, o número de consumidores no ACL ao final de junho apresentou disparou em um ano, 54,7%, passando de 267 para 413 unidades.

O destaque no mercado cativo ficou com o segmento residencial que apresentou avanço de 8,5% e respondeu por 32,3% da demanda total. No sentido contrário, a classe industrial nesse mesmo ambiente caiu 16,9%, para 933 GWh. O segmento comercial recuou 1,6% e o rural caiu 0,9%.
No acumulado do ano o consumo total está 0,8% abaixo do que foi reportado nos seis primeiros meses de 2015 com 11.817 GWh. Enquanto o mercado cativo apresenta recuo de 3,4% até junho, o mercado livre avança 7,4% ante o registrado em 2015. O destaque negativo é queda de 15,6% no segmento de consumidores industriais, enquanto o residencial sobe 2,7% nessa mesma base de comparação. O comercial apresenta retração de 2,4% e o rural 1,7%.