Aneel autoriza aumento médio de 6,52% para CEEE D

Novas tarifas terão impacto médio de 7,78% na alta tensão e de 5,82% na baixa tensão

A CEEE-D foi autorizada a aplicar aumento médio de tarifas de 6,52% a partir de 25 de outubro. O efeito médio será de 7,78% na alta tensão e de 5,82% no segmento de baixa tensão.

O resultado reflete a redução de quase 3 pontos percentuais no custo da energia comprada, resultante do aumento da quantidade de energia do sistema de cotas no mix de compra das distribuidoras. A concessionária foi menos impactada pela tarifa de Itaipu, em razão de ter uma cota menor da energia da usina, e também apresentou despesas financeiras menos impactantes, segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica. A CEEE-D atende 1,6 milhão de unidades consumidoras em 72 municípios do Rio Grande do Sul.