Programa de eficiência energética reduzirá consumo de hospital em 4 MW

Investimento previsto é de R$ 80 milhões e projeto será conduzido pela Comgás e AES Eletropaulo

O complexo do Hospital das Clínicas, em São Paulo passará por um processo de eficiência energética que reduzirá sua demanda em 4 MW. O consumo cairá de 15 MW para 11 MW com a troca dos geradores a óleo por outros a gás natural e com a instalação de painéis solares. O projeto foi anunciado nesta terça-feira, 7 de julho, pelo governo do estado e será conduzido pela Comgás e AES Eletropaulo. O investimento nesse projeto é estimado em R$ 80 milhões.

De acordo com o presidente da AES Eletropaulo, Britaldo Soares, além da troca de geradores a mudança pela qual passará o maior complexo hospitalar da América Latina incluirá a troca de equipamentos como ar condicionados e iluminação. Além disso, a AES vai trazer uma tecnologia de baterias para o armazenamento de energia e que a empresa utiliza nos Estados Unidos e no Chile.
O secretário de energia de São Paulo, João Carlos Meirelles, estimou que o investimento somente nesse projeto deverá ficar em cerca de R$ 80 milhões. Contudo, Soares disse que o aporte ainda não está totalmente fechado, pois o projeto ainda está em fase de modelagem. A perspectiva é de que fique pronto em 24 meses.
Outro projeto anunciado nesta manhã no Palácio dos Bandeirantes, sede do executivo estadual, é a instalação de uma usina fotovoltaica no local. São 262 paineis com capacidade de 310 W cada cobrindo uma área de 500 metros quadrados. Além disso, foram modernizados os sistemas de iluminação com a substituição de luminárias, reatores e lâmpadas. O investimento nesse projeto foi de R$ 1,285 milhão e o Palácio terá uma economia de 730/MWh ao ano. Esse trabalho faz parte do programa de eficiência energética da empresa.