ANP: produção de gás natural cresce 13,9% em abril

Produção no pré-sal chegou a 27,1 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural

A produção total de petróleo e gás natural no Brasil no mês de abril foi de 2,988 milhões de barris de óleo equivalente por dia, sendo 94,3 milhões de metros cúbicos de gás natural. De acordo com a Agência Natural de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, houve aumento de 13,9% na produção de gás na comparação com o mesmo mês em 2014 e diminuiu 1,3% se comparada ao mês anterior. Já a produção de petróleo foi de 2,394 milhões de barris diários de petróleo. Houve aumento de 11,6% na produção de petróleo se comparada com o mesmo mês em 2014 e redução de 0,8% na comparação com o mês anterior.

O aproveitamento do gás natural no mês foi de 96,1%. A queima de gás natural em abril foi de 3,7 milhões de metros cúbicos por dia, uma redução de aproximadamente 3,4% em relação ao mês anterior e de 21,1% em relação a abril de 2014. A produção do pré-sal, vinda de 49 poços, foi de 715,1 mil barris por dia de petróleo e 27,1 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural, totalizando 885,3 mil barris de óleo equivalente por dia, um aumento de 6,3% em relação ao mês anterior.

Aproximadamente 76,5% da produção de gás natural do Brasil foram extraídos de campos marítimos. O campo de Lula, na bacia de Santos, foi o maior produtor de gás natural, com uma produção média de 14 milhões de metros cúbicos por dia. Os campos cujos contratos são de acumulações marginais produziram um total de 24,9 mil metros cúbicos de gás natural. Dentre esses campos, Morro do Barro, operado pela Panergy, foi o maior produtor de gás natural, com 23,7 mil m³/d. A produção procedente das bacias maduras terrestres foi de 4,9 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia.