Enel faz balanço de projeto de compartilhamento de carros elétricos em Fortaleza

Com investimento de R$6,2 milhões, a companhia também é responsável pela plataforma de medição e acompanhamento do processo de carga nas estações

Lançado em setembro de 2016 no Ceará, o primeiro sistema público de carros elétricos compartilhados do Brasil (car sharing), contabilizou mais de mil viagens válidas e 26 mil km rodados até maio de 2017. Segundo o relatório estatístico da área de Pesquisa e Desenvolvimento da Enel Distribuição Ceará, os 20 carros elétricos disponíveis no projeto já consumiram cerca de 29MWh.

O VAMO – Veículos Alternativos para Mobilidade Urbana é um projeto piloto, concebido pela prefeitura de Fortaleza em parceria com a Enel, através de estudos do Centro de Pesquisa em Mobilidade Elétrica. O centro realiza o levantamento de indicadores para entender o impacto econômico e socioambiental que este tipo de tecnologia traz para as metrópoles brasileiras.

A ideia é que as pesquisas contribuam para o desenvolvimento de soluções na área, criando novas oportunidades de negócio para a Enel. A companhia também é responsável pela plataforma de medição e acompanhamento do processo de carga nas estações, com um investimento na ordem de R$ 6,2 milhões por meio de recursos de P&D.

O VAMO é semelhante ao sistema utilizado pelos usuários de bicicletas compartilhadas. As pessoas devem se cadastrar em um aplicativo para celulares, pagar uma taxa mensal e utilizar o veículo para fazer seus trajetos.

“Como resultado secundário desse projeto, está prevista a implantação de um sistema de veículos elétricos compartilhados para uso dos colaboradores. O grupo de mobilidade elétrica também estuda modelos de negócio para viabilização de táxis elétricos em Fortaleza”, afirma Nilo Rodrigues, especialista em Pesquisa e Desenvolvimento na Enel Distribuição Ceará.