MME enquadra projetos de transmissoras e da Energisa como prioritários

Projetos foram leiloados em 2015 pela Aneel. Energisa teve aprovação de reforços na distribuição em seis concessionárias

O Ministério de Minas e Energia aprovou nesta sexta-feira, 13 de outubro, como prioritário, o projeto de titularidade da Transmissora Paraíso de Energia S.A. A obra é relativa ao Lote 2 do leilão nº 13/2015 da Aneel, em 2º etapa, compreendendo a linha de transmissão Poções III – Padre Paraíso 2, em 500 kV, entre outras linhas e subestações, localizadas na Bahia e Minas Gerais. A conclusão está prevista para fevereiro de 2022.

Outro projeto aprovado como prioritário pelo MME corresponde ao Lote 6 do leilão nº 13/2015 – 2º etapa, de titularidade da Transmissora Caminho do Café S.A, e que contará com a linha de transmissão Governador Valadares 6 – Mutum, em 500 kV, além de reforços em outras linhas e subestações situadas em Minas Gerais e no Espírito Santo. A previsão de término do projeto é para fevereiro de 2022.

Já a Energisa recebeu prioridade do Ministério em relação a projetos de Investimento em Infraestrutura de Distribuição em seis concessionárias da holding. Energisa Sul-Sudeste, Paraíba, Mato-Grosso, Sergipe, Tocantins e Minas Gerais poderão com a aprovação, emitir debêntures. Os projetos consistem na Expansão, Renovação e Melhoria da Infraestrutura de Distribuição de Energia Elétrica.

Não estão incluídos os investimentos em obras do Programa “Luz para Todos” ou com Participação Financeira de Terceiros constantes do Plano de Desenvolvimento da Distribuição apresentado para a Agência Nacional de Energia Elétrica no Ano Base de 2017.