Copel amplia contrato de gás com Petrobras para UTE Araucária

Aditivo ao contrato vai até 31 de dezembro e vai ter volume máximo diário de até 2.190.000 Nm³/dia

A Copel anunciou em comunicado ao mercado na última segunda-feira, 4 de dezembro, que assinou com a Petrobras um aditivo ao contrato de fornecimento de gás natural para a UTE Araucária (PR – 469 MW). O contrato vai até 31 de dezembro deste ano e vai ter volume máximo diário de até 2.190.000 Nm³/dia.

A térmica de Araucária é de propriedade da Copel e da Copel GT, que possuem, 20% e 60% de participação. A Petrobras é a outra acionista, com 20%. Ela não teve participação no processo de decisão, declarando-se impedida. A UTE Araucária é uma térmica do tipo merchant, não possuindo Contrato de Comercialização de Energia. Ela gera energia quando o Custo Marginal da Operação supera o Custo Variável Unitário da usina ou por solicitação do Operador Nacional do Sistema Elétrico.

De acordo com o comunicado, o contrato resultou na redução dos custos variáveis da térmica em relação ao contrato anterior, aumentando a probabilidade de operação. Além disso, não ter uma cláusula de take or pay no contrato não penaliza com custos fixos à UEG Araucária sem a contrapartida de receita de operação, caso as condições do Sistema Interligado Nacional não sejam adequadas ao seu despacho.