Aneel aprova cotas de Itaipu para 2018 e define as cotas para 2023

Rateio da energia da usina considera o reagrupamento de concessões de distribuição

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou as cotas de potência e de energia de Itaipu que serão comercializadas em 2018 pela Eletrobras com as concessionárias de distribuição das regiões  Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Também foram definidas as cotas das distribuidoras para 2023.

As cotas que serão divididas proporcionalmente entre as distribuidoras totalizam 6.876 MW médios. A usina teve sua garantia física redefinida em maio desse ano pelo Ministério de Minas e Energia de 8,2 mil MW médios para 7,7 mil MW médios. Mas parte desse valor, 896,143 MW médios, é referente à carga que entra no sistema elétrico do Paraguai.

O rateio das cotas da usina considera o agrupamento das cinco concessões do grupo Energisa no interior de São Paulo e das concessões das distribuidoras da CPFL conhecidas como “paulistinhas”, que atendem municípios de São Paulo, Minas Gerais e Paraná.