Cemig inicia Programa Energia Inteligente em escolas públicas de MG

Empresa irá substituir equipamentos em 151 instituições, gerando economia de energia da ordem de 2.000 MWh/ano

A Cemig deu início ao Programa Energia Inteligente, que promoverá a substituição de lâmpadas ineficientes por outras com tecnologia LED em escolas estaduais de Minas Gerais. Por meio do ação, que integra a carteira de projetos de eficiência energética, a concessionária irá substituir equipamentos em 151 instituições, propiciando uma economia de energia elétrica da ordem de 2.000 MWh/ano, montante suficiente para atender a mais de 1.400 residências num período de doze meses.

Segundo Neander Lima, analista de comercialização da Cemig, a iniciativa pretende disseminar a cultura de consumo consciente e sustentável, reduzindo impactos para o meio ambiente e gerando benefícios para toda a sociedade. “A instalação de lâmpadas de tecnologia LED posterga a necessidade de investimentos no sistema elétrico e dissemina os benefícios da eficiência energética junto a profissionais da escola, alunos, poder público e comunidade”, afirma.

Outra vantagem, de acordo com Lima, é a diminuição da necessidade de manutenções e trocas dos equipamentos, o que reduz custos para as escolas e gera menor quantidade de resíduos ao longo do tempo, além da melhoria da qualidade da iluminação para os alunos, professores e demais frequentadores do espaço. “A troca da iluminação nas instalações das escolas impacta diretamente na qualidade de ensino e nas condições de trabalho e segurança das instituições”, salienta.

Desde 1998, a Cemig já investiu mais de R$ 600 milhões na implantação de projetos de eficiência energética, sendo R$ 63 milhões investidos entre janeiro e novembro deste ano. O Programa Energia Inteligente da Cemig é regulado pela Aneel e se baseia no incentivo à mudança de hábitos, resultando na redução e eliminação do desperdício como forma de bom uso e preservação dos recursos naturais. Os benefícios do Programa se estenderam a 565 municípios mineiros.

Os projetos do Programa Energia Inteligente são voltados para clientes de baixa renda, entidades sem fins lucrativos, prefeituras, hospitais, iniciativa privada e para a área de educação. Entre outras ações, a iniciativa procura investir na substituição de chuveiros elétricos por sistemas de aquecimento solar, na substituição de lâmpadas ineficientes e na troca de autoclaves antigas, com alto consumo de energia, por mais modernas e mais eficientes.