EPE: cadastramento para o Leilão A-4/2018 soma 1.672 projetos e 48 GW

Fonte eólica tem cadastrados 26 GW, enquanto a solar vem em seguida, com 620 projetos cadastrados

A Empresa de Pesquisa Energética cadastrou 1.672 empreendimentos, totalizando 48.713 MW de capacidade, para o próximo Leilão A-4, que será realizado no dia 4 de abril. De acordo com a EPE, a fonte eólica liderou no cadastro de ofertas, com mais de 26.198 MW e 931 projetos. A fonte solar veio em seguida, com 620 projetos cadastrados, superando 20.021 MW de capacidade instalada. Os 28 projetos movidos a biomassa reúnem 1.422 MW. As PCHs cadastraram 67 projetos que somam 896 MW e as CGHs tiveram 23 projetos em 63 MW. As hidrelétricas cadastraram três empreendimentos que totalizam 114 MW.

Ainda de acordo com a EPE, 77% dos empreendimentos optaram por aproveitar o cadastramento vindo dos Leilões de 2017. Esses projetos foram dispensados de reapresentar todos os documentos, desde que mantivessem inalteradas as suas características técnicas. Segundo a EPE, a medida trouxe otimização e reduziu o retrabalho.

A habilitação técnica não garante automaticamente a presença do projeto no certame, já que ele ainda vai depender de outros fatores, como conexão com a rede. Os empreendimentos ainda devem apresentar documentos como licenças, outorgas e declarações de disponibilidade de combustível.

A Bahia liderou no número de projetos cadastrados, com 477. Quem veio logo atrás foi o Rio Grande do Norte, com 322 projetos. O Piauí teve 197 empreendimentos cadastrados.