Policia desarticula quadrilha de furto de energia no Amazonas

Quadrilha era formada por funcionárias terceirizados da distribuidora Amazonas Energia; empresa estima prejuízos em R$ 30 milhões

A Eletrobras Distribuição Amazonas informou que na manhã desta quinta-feira, 11 de janeiro, foi deflagrada, em Manaus e Iranduba, a Operação Luz para Poucos, coordenada pela Delegacia Especializada em Combate a Furtos de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS) e Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), com o cumprimento de mandados de prisão, condução coercitiva e busca e apreensão.

Foram detidos 21 suspeitos acusados de operacionalizar esquema de fraude e furto de energia, bem como realizar serviços ilicitamente. Os suspeitos, em sua maioria, eram colaboradores terceirizados da distribuidora de energia, que agiam isoladamente e ou em quadrilha, sendo responsáveis por prejuízos à empresa e à sociedade estimados em R$ 30 milhões. Durante a operação, foi desarticulado um laboratório clandestino utilizado para fraudar medidores de energia elétrica, e apreendidos equipamentos em um almoxarifado clandestino.

O diretor-presidente da distribuidora, Tarcisio Rosa, reiterou o apoio da Eletrobras à ação da polícia. “Recebemos diariamente dezenas de denúncias de clientes, e a investigação dessas denúncias levou a realização dessa importante ação que combate a corrupção dentro e fora da empresa. É importante ressaltar que a grande maioria dos colaboradores atua de forma lícita e comprometida com resultados, sendo ainda mais importante identificar e punir aqueles que ajam de forma criminosa”.

Há anos a distribuidora vem agindo para reduzir perdas e fraudes de energia, intensificando inspeções de campo e o uso de tecnologia, entretanto, havia indícios de que os crimes eram praticados de forma articulada e somente com a investigação diligente da DEFCS e do DRCO da Polícia Civil foi possível identificar os suspeitos que atuavam dentro e fora da Empresa.

As investigações da Polícia continuam e tem o reiterado apoio da distribuidora para o combate ao furto de energia, que é crime, danifica a rede, os equipamentos e deixa a conta de todos mais cara. As ações podem ser acompanhadas no hotsite www.pegamal.com.br e as denúncias podem ser feitas sem a necessidade de identificação através do e-mail pegamal@eletrobrasamazonas.com ou ligação gratuita ao 0800 701 3001.

A Eletrobras destaca que o combate às perdas de energia só é possível com o envolvimento de toda a sociedade. O furto de energia e a fraude de medidores são tipificados como crime conforme o código penal brasileiro, artigos 155 e 171.