Bandeira verde leva IPCA para 0,29% em janeiro

Houve redução média de 4,73% nas contas

A queda média de 4,73% nas contas de energia elétrica resultou em um impacto negativo de 0,17 ponto percentual no grupo habitação na composição do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo de janeiro. O índice teve variação de 0,29%, 0,15 ponto percentual abaixo do 0,44% de dezembro, enquanto o grupo habitação caiu 0,85% puxado pelas contas. No acumulado de 12 meses, o IPCA recuou para 2,86%, menor que os 2,95% dos 12 meses anteriores. Em janeiro a taxa ficou em 0,38%.

O fim da cobrança de R$ 0,03 em cada kWh consumido devido à aplicação da bandeira verde foi o que motivou a queda das contas. Houve ainda redução na alíquota de PIS/Cofins em algumas das regiões pesquisadas. Até então, estava em vigor a bandeira vermelha patamar 1. Das 13 regiões pesquisadas, somente em Porto Alegre (RS), foi registrada alta de 5% na energia elétrica, onde houve reajuste de 29,6% na CEEE-D em dezembro. Nas outras regiões, as variações oscilaram negativamente entre 8,03% em Belém e 0,39% em Vitória. Nos índices regionais, o de Brasília ficou negativo em 0,15%, com destaque para a queda de 5,19% em energia.