Enel Distribuição Rio diminui prejuízo de 2017 em 53,6%

Distribuidora teve resultado negativo de R$ 102,9 milhões. No quarto trimestre, houve lucro de R$ 150 milhões

A Enel Distribuição Rio teve prejuízo de R$ 102,9 milhões em 2017. A distribuidora conseguiu reduzir o resultado negativo em 53,6% na comparação com 2016, quando o prejuízo chegou a R$ 221,8 milhões. A empresa divulgou nesta quarta-feira, 28 de fevereiro, seus resultados. A receita líquida subiu 19,5%, ficando em R$ 5,33 bilhões.  O Ebitda em 2017 chegou a R$ 637,1 milhões, valor 67,6% superior ao de 2016. O investimento da empresa cresceu 19,4%, chegando a R$ 1,09 bilhão. No ano passado, a venda e transporte de energia de 11.431 GWh apresenta queda de 1,1%.

No quarto trimestre do ano passado, a Enel RJ teve lucro de R$ 150,7 milhões, revertendo o prejuízo do mesmo período de 2016, de R$ 22,7 milhões. A receita no período ficou em R$ 1,49 bilhão, valor 10,3% maior que o do último trimestre do ano passado. A distribuidora registrou Ebitda de R$ 299,6 milhões, número 86,9% acima do quarto trimestre de 2016. Os investimentos de R$ 199,1 milhões no trimestre mostram um recuo de 43%. Já a venda e transporte de energia subiu 2,8%, registrando o valor de 2.896 GWh.

Segundo a Enel, a maior parte dos investimentos foi destinada à digitalização e modernização da rede, principalmente para instalação de sistemas de automação controlados remotamente. Os índices de qualidade DEC e FEC apresentaram melhora de 18,3% e de 21,2%, respectivamente, devido a investimentos realizados na rede de distribuição. A queda na venda e transporte de energia vem pela redução de 6,1% no volume de venda de energia no mercado regulado, como resultado da desaceleração econômica na área de concessão dela.