Eletropaulo vai realizar aumento de capital em agosto

Enel vai focar administração na busca de sinergias e da eficiência operacional

A Eletropaulo vai implementar a operação de aumento de capital, com a subscrição das novas ações pelos acionistas, durante o mês de agosto. A Enel vai exercer o seu direito de preferência na operação de R$ 1,5 bilhão, pois já fez o adiamento dos recursos em duas tranches de R$ 900 milhões e R$ 600 milhões. Os recursos serão usados para o plano de investimentos da distribuidora e para capital de giro, segundo o atual diretor-presidente da Eletropaulo, Charles Lenzi, durante teleconferência com analistas e investidores nesta terça-feira, 31 de julho.

O country manager da Enel, Carlo Zorzoli, que também vai acumular a presidência da distribuidora paulista, afirmou que o momento é de integração e alinhamento entre as empresas. O executivo disse que se está buscando as sinergias entre as duas companhias. Ele garantiu ainda, durante a teleconferência, a disponibilidade de recursos para o plano de investimento da empresa. “Aliado a isso, com o know how do grupo teremos êxito”, salientou.

Após a aquisição da companhia, a Enel ficou com 93,32% do capital total, outros 4,86% ainda estão no mercado e o restante em tesouraria. Zorzoli aproveitou para agradecer aos serviços prestados pela atual diretoria da Eletropaulo. Ele disse que o foco será continuar tornando a empresa mais eficiente, através da eficiente alocação de recursos e eficiência operacional, buscando sempre a satisfação do consumidor e do acionista.