CMSE mantém geração fora da ordem de mérito na próxima semana

Decisão foi tomada nesta quarta-feira, 12, em reunião extraordinária do comitê

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico decidiu manter ligadas pela terceira semana consecutiva usinas termelétricas que têm sido despachadas fora da ordem de mérito desde o dia 1º de setembro. Em reunião extraordinária realizada nesta quarta-feira, 12, o CMSE prorrogou a operação de térmicas com Custo Variável Unitário até R$ 766,28/MWh, na semana operativa de 15 a 21 de setembro.

Em nota divulgada na tarde desta quarta-feira, o comitê reforçou que o suprimento de energia elétrica para o ano está garantido, porque “há recursos energéticos disponíveis, inclusive além dos montantes já despachados de usinas termelétricas.” Na reunião, foram avaliados os níveis de armazenamento do Sistema Interligado e as perspectivas até o fim de novembro, quando termina o período seco.

A análise se deteve especialmente na situação do reservatório equivalente do subsistema Sudeste/Centro-Oeste e dos reservatórios de usinas de cabeceira dos rios Grande e Paranaíba,  importantes para a navegabilidade da Hidrovia Tietê-Paraná.

A meteorologia prevê chuvas para os próximos sete dias entre o norte da Região Sul e o sul da Região Sudeste, com impacto nas  bacias  dos rios Iguaçu, Jacuí e Uruguai, no sul do país. Do inicio do mês de setembro até o último dia 10, a Energia Natural Afluente bruta foi de 73% no Sudeste/Centro-Oeste, de 161% no Sul, de 44% no Nordeste e de 87% no Norte em relação às médias do histórico de vazões. A Energia Armazenada nos reservatórios equivalentes naquela data era de 26,1% (SE/CO), de 54,2% (Sul), de 31,0% (NE) e de  51,9% (Norte) das EAR máximas.