Aneel barra na Justiça dois pedidos de impugnação do leilão de transmissão

Agravo de instrumento e liminar, impetrados respectivamente por Eletrosul e Electro Alta Luz GT, foram indeferidos

A Agência Nacional de Energia Elétrica conseguiu, na manhã desta quinta-feira (20), barrar na Justiça duas ações visando à impugnação do leilão de linhas de transmissão marcado para começar às 9 horas de hoje. Numa das decisões, a Eletrosul teve indeferido um agravo de instrumento contra a caducidade da concessão.

Em medida semelhante, a Justiça decidiu pelo indeferimento de um pedido de liminar apresentado pela Electro Alta Luz GT, que tinha interesse em participar do leilão. O indeferimento do pedido foi motivado pelo fato de a empresa ter apresentado garantias em desacordo com o edital.

A Aneel dispõe de uma força-tarefa composta por procuradores e membros da comissão do leilão com o objetivo de barrar tentativas de impugnação do certame na Justiça.

O leilão será realizado na sede da B3, em São Paulo, e vai licitar 16 lotes de empreendimentos de transmissão em 12 estados. O investimento previsto na construção das linhas e subestações é de R$ 13,17 bilhões.