Sistemática do leilão para atendimento a Roraima entra em consulta pública

Certame será promovido pelo governo federal e vai negociar contratos com inicio de suprimento em janeiro de 2021

O Ministério de  Minas e Energia abriu consulta pública com a sistemática do leilão de aquisição de energia e de potência para atendimento aos sistemas isolados de Boa Vista e localidades conectadas, no estado de Roraima. O certame, que deve acontecer em 16 de maio, vai negociar contratos com início de suprimento em 1º de janeiro de 2021.

No produto Energia, os contratos de suprimento terão duração até 31 de dezembro de 2035. Dentro da modalidade Potência, está prevista a contratação de soluções de suprimento que tenham como fontes primárias gás natural ou  renováveis, incluindo uma possível composição dessas fontes, contendo ou não tecnologias de armazenamento de energia. Os contratos vão até 31 de dezembro de 2035.

Outro subproduto de potencia é o Demais Fontes, que inclui  soluções não enquadradas nas opções anteriores. O término de suprimento, para essas fontes, é 31 de dezembro de 2027.

Serão aceitas soluções para atendimento ao estado que contemplem a comercialização de energia elétrica de empreendimentos de geração com capacidade de modulação de carga e flexibilidade para operação variável, cujo compromisso de entrega será a  disponibilidade de potência em MW, a qualquer momento e por qualquer período, com a respectiva energia associada, em MWh.

As fontes primárias serão exclusivamente fontes renováveis, para as quais o compromisso de entrega consiste em produção anual de energia, em MWh, dentro do produto Energia.

Os vendedores poderão considerar em seus lances  as perdas elétricas até o ponto de entrega e até mesmo perdas internas e o consumo interno do empreendimento. A portaria com a sistemática do leilão ficará aberta a contribuições pelo período de dez dias. Entre aqui para acesso aos documentos da consulta.