Ceris tem reajuste tarifário de 10%

Aumento para consumidores da baixa tensão fica em 10,01% , enquanto na alta tensão, em 9,88%

A Agência Nacional de Energia Elétrica definiu em reunião realizada nesta terça-feira, 9 de julho, em 10% o reajuste médio Cooperativa de Eletrificação da Região de Itapecerica da Serra (SP). O efeito médio para os consumidores da baixa tensão será de 10,01% e na alta tensão, ele fica em 9,88%. O reajuste vale a partir do próximo dia 11 de julho.

De acordo com a Aneel, o efeito médio de 10% foi causado pelo reajuste dos itens de custos das Parcelas A e B,  da inclusão dos componentes financeiros apurados no reajuste para compensação nos próximos 12 meses e da retirada dos componentes financeiros estabelecidos no último processo tarifário, que estavam valendo até a data do reajuste. A Ceris tem cerca de seis mil unidades consumidoras, com receita de cerca de R$ 10 milhões.