Contrato da XRTE será adequado às regras para corrente contínua

Transmissora é responsável pelo segundo bipolo de Belo Monte

O termo aditivo que vai adequar o contrato de concessão da Xingu Rio Transmissora de Energia à nova regulamentação da Aneel sobre a qualidade do serviço associada à disponibilidade e à capacidade operativa de estações Conversoras foi aprovado pela agência nesta terça-feira, 18 de fevereiro. A concessionária é responsável pela construção, operação e manutenção do segundo bipolo de Belo Monte.

A adequação do contrato da XRTE está prevista na Resolução Normativa 853, aprovada em agosto do ano passado. A norma estabelece regras específicas para instalações de transmissão da Rede Básica em corrente contínua e instalações de transmissão destinadas a interligações internacionais, equiparadas a concessionária de serviço público de transmissão. Além de Belo Monte, ela se aplica, por exemplo, às estações conversoras de Garabi I e II e Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, que fazem a interligação com a Argentina e o Uruguai.