EPE: consumo cai 1,2% em janeiro

Classe industrial teve recuo de 2,9% e residencial se manteve estável no período

O consumo de eletricidade ficou em 41.144 GWh em janeiro deste ano, sinalizando um recuo de 1,2% na comparação com janeiro do ano passado. De acordo com dados da Resenha Mensal do Mercado de Energia Elétrica da Empresa de Pesquisa Energética, o consumo cresceu mais na região Norte, com 12,7%. No Nordeste, alta foi de 2% e no Centro-Oeste, a subida chegou a 0,4%. No Sul, a queda ficou em 0,7% e no Sudeste foi o resultado mais expressivo, com recuo de 4,4%. O consumo no mercado livre teve aumento de 1,7%, enquanto no cativo houve queda de 2,7%.

Por classe de consumo, a industrial teve recuo de 2,9% no mês, chegando a 13.476 GWh. O número é 2,9% inferior ao registrado no mesmo período. As maiores altas no consumo ficaram com os segmentos de produtos alimentícios, com 3,1% e metalúrgico, com 2,1%. As maiores baixas no consumo ficaram com a extração de minerais metálicos, que recuou 20,5%, o de produtos metálicos, com queda de 12,8% e os setores automotivo e químico, com redução de 7,5% cada um no consumo.

O segmento residencial se manteve estável no mês, com 12.907 GWh. As temperaturas mais amenas em relação ao mesmo mês do ano anterior foram determinantes na classe. No segmento comercial, que teve consumo de 8.042 GWh, a queda ficou em 1,3%. As temperaturas também influenciaram na performance da classe.