Desligamentos interrompem produção de UTEs e 234 MW de carga no Sul

Ocorrência em subestação e LT causaram a rejeição de 350 MW do complexo termelétrico Jorge Lacerda (SC)

A região sul sofreu com desligamentos no final da tarde dessa última terça-feira. Às 17:42 horas da última quarta-feira, 25 de março, uma das subestações responsáveis pela transmissão de energia do complexo termelétrico Jorge Lacerda (SC), sofreu desligamento automático em seu barramento de 230 kV. Dezoito minutos depois, as linhas de transmissão Lajeado Grande-Caxias do Sul 5, Forquilinha-Lajeado Grande e Siderópolis/Forquilinha foram desarmadas, causando o corte de 234 MW, sendo 200 MW de carga da Celesc na região sul catarinense e 34 MW por parte da RGE, no nordeste gaúcho.

A informação deriva do boletim diário compilado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), que também aponta a rejeição de 160 MW da UTE Jorge Lacerda B e 170 MW da UTE Jorge Lacerda C dentro do episódio. A normalização dos equipamentos foi concluída às 18:26 horas, enquanto o restabelecimento completo das cargas foi finalizado em uma hora e oito minutos, levando em consideração a primeira ocorrência.