Subestação desliga e interrompe 258 MW na Bahia

Ocorrência provocou corte de cargas da Coelba no sudoeste do estado, além da rejeição de UFV e geração hídrica, demorando 41 minutos para o restabelecimento total

Na tarde da última sexta-feira (12), mais precisamente às 14:44 horas, a subestação Barreiras desligou automaticamente seu setor em 230 kV, provocando o corte de 133 MW da Coelba no sudoeste baiano, além da rejeição de 81 MW da central fotovoltaica Sertão Solar Barreiras e 44 MW de geração hidráulica no setor de 138 kV da subestação, informou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) por meio do seu boletim diário da operação, no caso do último sábado (13).

Segundo o levantamento, dois minutos depois do desarme começou a ser efetuada a transferência de 12 MW para a subestação Rio Grande e de 7 MW para a SE Bom Jesus da Lapa. As demais cargas interrompidas junto ao Sistema Interligado Nacional (SIN) foram voltando à normalidade após às 15:16 horas, sendo devidamente recompostas 41 minutos após o início da ocorrência.