TAG e Statkraft anunciam doações para universidades brasileiras

Controlada da Engie direciona mais de R$ 1 milhão à Fiocruz e Statkraft entrega equipamento para produção de escudos de proteção facial à UFF; State Grid anuncia R$ 6,7 milhões para três regiões

A Transportadora Associada de Gás – TAG anunciou nessa segunda-feira, 29 de junho, um apoio de mais de R$ 1 milhão para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), por meio do programa Unidos Contra a Covid-19. Os recursos serão utilizados para implantação de uma central de processamento de testes no campus do Instituto Gonçalo Muniz (BA), visando ampliar a capacidade de processamento de exames de diagnósticos para o SARS-CoV-2 numa média de 250 por dia, em colaboração ao Laboratório Central de Saúde Pública Noel Nutels (Lacen).

A central na Bahia faz parte da estratégia nacional da Instituição de pesquisa em expandir a capacidade de realização de exames com o tempo para os resultados. A controlada da Engie no Brasil também informou que a estrutura implementada será mantida de forma permanente para a continuidade de ações de diagnóstico e enfrentamento a endemias e surtos futuros.

Já a Universidade Federal Fluminense (UFF) recebeu um molde de injeção para a produção de escudos de proteção facial, chamados faceshields, além de cerca de mil peças já produzidas pelo item em apenas um dia, numa ação liderada na última sexta-feira (26) pela Statkraft Brasil. Os escudos serão destinados aos profissionais de hospitais, UPAs e Corpo de Bombeiros do estado do Rio de Janeiro.

Média de testes moleculares para covid-19 no Instituto Gonçalo Muniz (BA) pode chegar a 250 com ampliações

State Grid direciona R$ 6,7 milhões para três regiões

Outro anúncio relevante no dia foi da State Grid Brazil Holding (SGBH), que destinará R$ 6,7 milhões por meio de suas transmissoras Xingu Rio (XRTE) e Belo Monte (BMTE) – em sociedade com a Eletrobras. As ações são voltadas às áreas de saúde e assistência social e estão relacionadas diretamente à pandemia, com parte dos aportes sendo realizados pela linha de crédito ISE do BNDES.

O estado do Rio recebeu mais de R$ 1 milhão para entrega de 10 mil cestas básicas contendo produtos de limpeza e higiene destinado aos programas sociais do governo estadual, e de 100 mil máscaras cirúrgicas. Na capital, R$ 2,7 milhões viabilizaram 264 leitos hospitalares motorizados para o Hospital de Campanha do Riocentro, além de 100 camas Fowler Motorizada para CTI e 164 para enfermaria.

Em Paracambi (RJ) foram entregues equipamentos hospitalares e EPIs para o Hospital Municipal Adalberto da Graça, com mais 12 leitos para unidade semi intensiva, monitores parametros, bombas infusoras, dois carrinhos de parada, seis aspiradores circuito fechado, dois desfribliladores integrado ao monitor e máscaras cirúrgicas e N95, óculos de proteção, aventais impermeáveis, luvas, gorros e álcool em gel, itens comuns à todas doações. A soma dos recursos foi de R$ 1,3 milhão.

Completam a lista o município de Anapu (PA), com kits de equipamentos destinados ao Hospital Municipal de Anapu, além de 100 cestas básicas que serão entregues por meio do programa social da prefeitura, e Itumbiara (GO), que teve o incremento de camas hospitalares, aspiradores portáteis, dois monitores multiparamétricos, cinco cardioversores com capnografia e 15 bombas de infusão.

Doação de R$ 2 milhões viabilizou 264 leitos motorizados no Hospital de Campanha do Riocentro (SGBH)

Pöyry cuida dos funcionários e apoia desenvolvimento do mercado

Por sua vez a multinacional de engenharia e consultoria Pöyry anunciou uma série de medidas para prevenção ao coronavírus e mitigação dos impactos decorrentes da crise, tanto no âmbito interno, focando na saúde de seus colaboradores, quanto externo, oferecendo serviços de engenharia “pro bono” para auxiliar a empresa Softys na doação de máscaras cirúrgicas para unidades de saúde públicas dos estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Pernambuco.

Além do trabalho remoto para todos os colaboradores dos escritórios e regionais, e outras medidas adicionais de Saúde e Segurança para os profissionais fora do grupo de risco que se encontram alocados em obras, a empresa também aderiu ao Manifesto Não Demita.

“Entendemos que o trabalho remoto requer empatia para lidar com situações do cotidiano impostas pela pandemia e temos realizado iniciativas para engajar e incentivar os colaboradores neste momento visando a saúde física e mental, inclusive com possibilidade de teleconsultas, incluindo psicoterapias, pelo aplicativo do convênio de saúde”, afirma o presidente da empresa no Brasil, Fábio Bellotti da Fonseca.

Para a ergonomia, o executivo conta que foram enviados monitores e cadeiras para a casa dos colaboradores interessados e proposta a conversão Vale Refeição em Vale Alimentação, além do fortalecimento do benefício Gympass, com inclusão do Gympass Wellness.

Já por sugestão de seus empregados, a companhia também direcionou uma doação para o projeto “Vem Pra Guerra” do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, e participa do projeto “Action Against Corona”, iniciativa da Fundação Norsken e da Dagens Industry.