Como economizar energia com Big Data

Um dos custos mais relevantes de qualquer negócio é o de energia elétrica, porém a incorporação de tecnologias digitais já é capaz de otimizar esse recurso

O consumo de energia elétrica é um dos fatores de maior relevância em uma empresa, independentemente do tipo de negócio. Fatores como a quantidade de equipamentos conectados à rede, a dinâmica de utilização desses aparelhos e medidas para aumento da eficiência energética já formam uma rede bastante complexa de variáveis. Mas essa complexidade tende a aumentar, à medida que tendências como a de produção descentralizada de energia e tarifas flutuantes passem a ser cada vez mais habituais no mercado. Como gerenciar esse gasto e ainda otimizar os custos em uma empresa?

Está justamente na digitalização a chave para aumentar a eficiência energética de qualquer tipo de negócio, por meio do uso de dados em nuvem. Além de ampliar as possibilidades de gerenciamento energético, os recursos digitais também possibilitam o monitoramento remoto de plantas, aumentando a transparência das operações e a agilidade nas tomadas de decisão.

Por meio de plataformas digitais, hoje já é possível coletar e aplicar inteligência aos dados, por exemplo, de medidores e relés de proteção para possibilitar maior transparência no consumo de energia elétrica, facilitando a tomada de iniciativas visando à redução de custos operacionais. Além de permitir o acompanhamento dos principais indicadores energéticos de uma planta, plataformas digitais em nuvem disponibilizam esses dados de forma segura e acessível por meio de dispositivos móveis e computadores pessoais.

Com uma tendência cada vez maior à customização para cada tipo de negócio, os recursos digitais oferecem a possibilidade de adaptação de acordo com as necessidades de cada usuário, permitindo a criação de diferentes gráficos para acompanhamento dos indicadores energéticos, como perfil de geração, consumo, demanda e tensão.

Visão de consumo a partir de Analytics

Uma situação emblemática dessa demanda aconteceu recentemente com a multinacional espanhola Gestamp, que buscava aumentar a eficiência energética de suas operações, já que os custos com energia elétrica nas instalações das fábricas não paravam de subir. A Gestamp procurou a Siemens em busca de uma solução que pudesse ajudar a identificar possíveis formas de economia e a resposta veio por meio da ferramenta Energy Efficiency Analytics (EEA).

O EEA é uma ferramenta digital voltada para a indústria que oferece uma visão do consumo de energia de todo a planta com foco no uso de Analytics. “A solução realiza uma economia considerável de energia e de emissão de CO2 ao coletar dados energéticos e de processo da planta de forma remota”, comenta Paulo Antunes, gerente de aplicação digital da área de Digital Grid da Siemens. “A ferramenta também incorpora esses dados na nuvem por meio de ferramentas de Analytics, além de sugerir ações para redução do consumo de energia no local”, acrescenta o gerente.

No caso da Gestamp, a definição de padrões comportamentais ajudou a empresa a avaliar como melhorar o consumo de energia e reduzir custos. Presente em 14 fábricas por toda a Espanha, Alemanha, Reino Unido, França e Polônia, bem como em uma na China, a Gestamp usa informação do EnergyIP EEA para fazer investimentos e decisões operacionais. Como resultado, a empresa obteve cerca de 8 milhões de euros de economia em contas de energia elétrica, além de reduzir em cerca de 15% as emissões de CO2. Com isso, a companhia projeta para menos de dois anos o período de recuperação dos investimentos na solução.

Além do EEA, o portfólio digital da Siemens oferece também recursos como o Energy to go! (E2go) e o Spectrum Power as a Service. O E2go é um aplicativo cujo objetivo é elevar a eficiência energética das instalações a partir de uma plataforma que, além de concentrar o máximo de informações de consumo e demanda, facilita a visibilidade dos dados para um melhor gerenciamento da energia no local.

Já o Spectrum Power as a Service oferecer monitoramento em tempo real para os clientes, que podem adquirir o serviço por meio de uma assinatura, sem ter a necessidade de comprar e instalar a ferramenta em sua infraestrutura. A solução, baseada no consagrado sistema SCADA da Siemens denominado Spectrum Power, é voltada para plantas de geração, transmissão e distribuição de energia.

(Nota da redação: conteúdo patrocinado produzido pela equipe da Siemens)