Furnas vai realizar leilão de compra de renováveis em 12 de novembro

Pela primeira vez, estatal realiza certame, que vai ser específico para geradores eólicos e solares

Pela primeira vez, Furnas realizará leilão para compra de longo prazo de energia elétrica incentivada de novos empreendimentos de fontes eólica e solar no Ambiente de Contratação Livre. O leilão acontece no dia 12 de novembro e é exclusivo para agentes geradores. O leilão é uma chance para empreendedores viabilizarem projetos de fontes eólica e solar, dado o longo prazo dos contratos e o perfil “investment grade” da empresa. Além disso, leva em consideração o quadro legal introduzido pela MP 998/2020, que prevê o fim dos incentivos às fontes eólicas e solar, observados alguns prazos de carência. A energia vendida para Furnas, a partir do leilão, necessariamente ainda fará jus aos incentivos.

Para Rodrigo Nascimento Marques, Gerente de Comercialização de Furnas, os geradores interessados em vender energia para a empresa farão ofertas para quatro produtos: duas entregas de energia eólica e duas de solar nos submercados Sudeste/Centro-Oeste, Sul e Nordeste de 2024 a 2038. Segundo ele, a  demanda total e por produto vai depender da oferta durante o leilão. Ainda de acordo com ele, com as   mudanças no setor elétrico que deram mais dinamismo ao ACL, essa estratégia de comercialização passa a ser considerada uma tendência também para Furnas.

O edital estará disponível neste link. O envio dos termos de adesão e documentos de habilitação das empresas geradoras interessadas vai até 23 de outubro. Poderão participar Sociedade de Propósitos Específicos, subsidiárias integrais e consórcios. Os interessados deverão ter histórico positivo na implantação de empreendimentos e demonstrar parâmetros econômico-financeiros saudáveis. A intenção da empresa é fazer bons negócios com a revenda de energia e ajudar na expansão do setor, mesmo sem participar diretamente da construção de novas usinas