Aneel mantém multa de R$ 3,5 mi a CPFL Piratininga

Distribuidora também recebeu advertência no mesmo processo, que apontou problemas na qualidade do atendimento aos consumidores

A diretoria da Aneel manteve multa aplicada em 2016 à CPFL Piratininga, no valor de R$ 3,5 milhões. A distribuidora também recebeu advertência no mesmo processo, que apontou problemas na qualidade do atendimento aos consumidores.

As penalidades são resultado de fiscalização realizada em 2014 pela Agência Reguladora de Energia e Saneamento do Estado de São Paulo. A Arsesp identificou o descumprimento de prazos para atendimento de solicitações ou reclamações, de pedidos de religação de urgência e de ressarcimento de danos; além do cálculo incorreto de créditos aos consumidores e do arredondamento de valores nas faturas.