Tarifas da DMED terão aumento de 3,95%

Distribuidora de Poços de Caldas passou por revisão tarifária periódica

A DME Distribuição foi autorizada a aplicar aumento médio de 3,95%, após passar por revisão tarifária periódica. O efeito médio a ser percebido por 79,3 mil unidades consumidoras na cidade de Poços de Caldas (MG) é de 4,24% na alta tensão e de 3,78% na baixa tensão. O resultado será aplicado a partir de 22 de novembro.

A tarifa da distribuidora foi impactada principalmente pelo custo de compra de energia (5,08%), com participação expressiva de Itaipu, que teve aumento de 41,6% por conta da variação do dólar. Transmissão (3,90%) e encargos setoriais (3,44%) também contribuíram para o resultado.

A Aneel também definiu os limites dos indicadores de qualidade DEC e FEC, que medem a duração e o número de desligamentos ocorridos na rede da distribuidora, estabelecendo uma trajetória de queda para o período de 2021 a 2025.