Tarifas no Amapá terão redução média de 4,12%

Reajuste anual da distribuidora será aplicado a partir de 30 de novembro

As tarifas da Companhia de Eletricidade do Amapá terão redução média de 4,12% a partir do dia 30 de novembro. Os consumidores em alta tensão terão aumento médio de 1,65%, enquanto os de baixa tensão vão pagar em média 5,89% a menos em sua conta de energia.

O reajuste aprovado pela Agência Nacional de Energia Elétrica foi aliviado pelo repasse à distribuidora de R$ 61 milhões em recursos do empréstimo da Conta Covid, que teve um impacto de -11,04%. Outro impacto financeiro importante para reduzir a tarifa foi o da redução do custo da energia da hidrelétrica Coaracy Nunes entre janeiro de 2013 e agosto de 2015, que resultou em uma devolução ao consumidor de R$ 113,2 milhões no processo tarifário atual.

Na semana passada, o governo publicou duas medidas provisórias, uma isentando os consumidores afetados pelo apagão do pagamento da conta de energia por um período de 30 dias e a segunda autorizando um repasse de R$ 80 milhões à distribuidora para a cobertura da despesa.

A CEA atende cerca de 207 mil unidades consumidoras no Amapá, das quais mais de 180 mil são consumidores residenciais, em uma população total de 850 mil habitantes. A empresa não tem contrato de concessão e é operada em caráter precário pelo governo do estado.