Elétricas vão usar inteligência artificial para aumentar produtividade

Objetivo do projeto é facilitar e aprimorar a análise de dados de ocorrências e intervenções no sistema elétrico, transcrevendo comunicação de áudio realizada pelas equipes de operação

As elétricas Engie Brasil e CPFL Energia se uniram para colocar em prática uma solução inovadora com potencial de aumentar a eficiência dos processos que dependem de comandos de voz na operação de redes elétricas, com potencial de aplicação para distribuidoras, transmissoras e geradoras de energia.

Desenvolvida em conjunto com a Radix – especializada em tecnologia e engenharia, o projeto consiste em utilizar inteligência artificial para reconhecer comunicação de áudio realizada pelas equipes de operação, transcrevendo as informações em linguagem natural e fazer a correlação inteligente desses dados com os eventos da rede.

O sistema baseia-se em dados estruturados e não estruturados, contando com a utilização de técnicas de Data Science em aplicações de pós-operação e tempo real. O projeto conta com recursos do programa de Pesquisa e Desenvolvimento da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), com previsão de entrega para abril de 2022. A Radix executa projetos de P&D desde 2017.

O objetivo do projeto é facilitar e aprimorar a análise de dados de ocorrências e intervenções no sistema elétrico, com ganhos de produtividade e melhoria dos processos, por meio da transcrição das informações compartilhadas por canais de voz entre os centros de operação e as equipes de campo e vinculação aos registros de sistemas supervisórios.