Eletrobras encerra sete SPEs eólicas

Todas as sociedades com o FIP Milão não eram operacionais, medida já era prevista no PDNG da empresa

A Eletrobras informou nesta terça-feira, 15 de dezembro, que foram encerradas sete Sociedades de Propósito Específico (SPEs) que não estavam operacionais. Todas elas geradoras eólicas, Carnaúba I, II, III e V, Cervantes I e II, e ainda, Punaú I Eólica, pertencentes ao Complexo Punaú, localizado no Estado do Rio Grande no Norte.

De acordo com a Eletrobras, as SPEs encerradas tinham participação acionária do Fundo de Investimento em Participações Caixa Milão (50,99%), Furnas (49%) e das Centrais Geradoras Eólicas das SPEs (0,1%) e já estavam em processo de liquidação extrajudicial. Essa medida já estava prevista no Plano Diretor de Negócios e Gestão 2020/2024, divulgado por meio de Fato Relevante em 27 de março de 2020.