Expansão da geração prevê mais 4,8 GW no ano, diz Aneel

Agência aprovou 159,6 MW em janeiro, a maioria de eólicas, e estipula meta para 2021

A Agência Nacional de Energia Elétrica afirmou que planeja liberar 4.790,48 MW para entrada em operação comercial no país ao longo de 2021, volume 142 MW menor do que o registrado no ano passado.

Em janeiro, a fiscalização da Agência aprovou 159,67 MW, sendo 135,99 MW ou 85% do total em empreendimentos eólicos, 17,70 MW ou 11% a partir de pequenas centrais hidrelétricas e 5,98 MW ou 4% provindos de termelétricas.

As deliberações de novas unidades no mês aconteceram em seis estados, quatro deles na região Nordeste, com destaque para o Ceará, com aproximadamente 54,6 MW, e a Bahia, com 33,6 MW. Já com relação a testes são 61 usinas nessa condição, oito delas a partir desse mês.

O país inicia o ano com 174.700,1 MW de potência fiscalizada, segundo dados do Sistema de Informações de Geração da Aneel, o SIGA, atualizado diariamente com dados de usinas em operação e de empreendimentos outorgados em fase de construção. Desse montante, 74,81% das usinas são impulsionadas por fontes renováveis.