Leilão de LTs: Aneel não habilita Agronegócio Alta Luz

Proponente havia arrematado lote 1 do certame com deságio de 61,6%

A Agência Nacional de Energia Elétrica publicou no Dário Oficial da União desta segunda-feira, 8 de fevereiro, a relação com os vencedores habilitados do leilão de transmissão que foi realizado em dezembro de 2020. A Aneel não habilitou a Agronegócio Alta Luz Brasil Indústria e Comércio, Importação e Exportação S.A., que levou o Lote 1.

O lote era formado pela LT Silvânia – Trindade, pela SE Silvânia e por trechos de LT entre a SE Silvânia e a LT Samambaia – Emborcação e trechos de LT entre a SE Silvânia e a LT Samambaia – Itumbiara. No certame, o lote foi arrematado por R$ 21.381.227,00, com deságio de 61,8% e Receita Anual Permitida máxima de R$ 55,9 milhões. O investimento estimado era de R$ 424,4 milhões.

A Aneel não divulgou a razão da inabilitação. Os vencedores dos demais lotes, como a  Neoenergia, Consórcio Saint Nicholas I e II (da MEZ Energia, maior vencedora do certame), CEEE-GT, BR6 e Energisa foram habilitados.