CEEE aprova cisão parcial das áreas de geração e transmissão

Separação ainda depende de anuência do MME e Aneel

A CEEE-GT aprovou a cisão parcial da companhia em assembleia geral extraordinária na última quinta-feira, 18 de fevereiro, objetivando manter as atividades de transmissão e direcionando a área de geração para outra representação. Em comunicado ao mercado, a estatal reiterou que o movimento está sujeito ainda à anuência do poder concedente e da Aneel, nesse último caso para avaliar as alterações do Estatuto Social da empresa.

Como a cisão irá acabar com o direito de retirada de investidores, uma vez que implicará em mudança do objeto social, os acionistas dissidentes terão o direito de retirar-se da companhia mediante o reembolso do valor de suas ações, até 19 de março.

O valor por cada papel será calculado com base no patrimônio líquido por ação da companhia relativo ao exercício social de 31 de dezembro de 2019, constando em R$ 251,30 por ação.