Petrobras vende EOL Mangue Seco 2 para FIP Pirineus

Operação de R$ 32,97 milhões dá continuidade a desinvestimentos da estatal

A Petrobras informou que assinou na última sexta-feira, 26 de fevereiro, com o Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia Pirineus, contrato para a venda da totalidade de sua participação de 51% no capital social da Eólica Mangue Seco 2. O valor da venda é de R$ 32,97 milhões, que será pago em uma única parcela no fechamento da transação, sujeito aos ajustes previstos no contrato. O FIP Pirineus exerceu o direito de preferência em conformidade com o acordo de acionistas da Eólica Mangue Seco 2.

O fechamento da transação está sujeito ao cumprimento de condições precedentes, tais como a aprovação pelo Banco do Nordeste do Brasil, que financiou o desenvolvimento do parque eólico, e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica. A operação está alinhada à estratégia de otimização de portfólio e à melhoria de alocação do capital da Petrobras.

A Eólica Mangue Seco 2 faz parte de um complexo de quatro parques eólicos localizado em Guamaré, no estado do Rio Grande do Norte, com capacidade instalada total de 104 MW. A Eólica Mangue Seco 2 detém e opera um parque eólico, com capacidade de 26 MW. A Petrobras já havia assinado contratos para venda de sua participação nas eólicas Mangue Seco 1, 3 e 4, em 7 de janeiro de 2021, conforme divulgado ao mercado.