UHE Sinop paga R$ 3,3 milhões em royalties da água em 2020

Em apenas 18 meses de operação usina já distribuiu cerca de R$ 5 milhões

A Usina Hidrelétrica Sinop gerou cerca de R$ 3,3 milhões em Compensação Financeira pela Utilização de Recursos Hídricos para geração de energia, em 2020, o que representou mais do que o dobro da quantia paga em relação ao ano anterior.

Localizado no rio Teles Pires (MT), o empreendimento que gerou 67,3 MW médios de energia em 2020, beneficiou os municípios mato-grossenses de Sinop, Cláudia, Itaúba, Sorriso e Ipiranga do Norte. Em apenas 18 meses de operação, a UHE já distribuiu aproximadamente R$ 5 milhões para a Aneel, que repassou o valor ao Mato Grosso, aos municípios, além de órgãos do Governo Federal.

Para a Sinop Energia, diante de um cenário tão desafiador imposto pela pandemia da Covid-19, estes recursos são ainda mais importantes no fortalecimento das finanças públicas, além de desempenhar atividade essencial para o crescimento econômico do país. O empreendimento tem potencial de ampliar ainda mais o volume gerado no ano passado, e consequentemente a compensação financeira distribuída, considerando a garantia física da usina de 242 MW médios.

De acordo com a companhia, do valor total de repasses, R$ 735 mil foram destinados à administração estadual. Já os municípios receberam as seguintes quantias: Sinop, R$ 1,08 milhão; Cláudia, R$ 264 mil; Itaúba, R$ 240 mil; Sorriso, R$ 177 mil; e Ipiranga do Norte, R$ 148 mil. Já a Agência Nacional de Águas (ANA) recebeu R$ 352,9 mil, enquanto o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) ficou com R$ 117,6 mil, e os Ministérios do Meio Ambiente e de Minas e Energia recolheram R$ 88,2 mil cada.