Petrobras define novo diretor de Governança e Conformidade

Salvador Dahan possui 22 anos de experiência no setor e estatal anuncia saída de quatro diretores executivos

Em reunião na última quarta-feira, 24 de março, o Conselho de Administração da Petrobras elegeu Salvador Dahan para o cargo de Diretor Executivo de Governança e Conformidade da companhia, em substituição a Marcelo Zenkner e com efeitos a partir de 1º de maio. A indicação foi objeto de análise pelo Comitê de Pessoas da estatal, contando também com manifestação favorável do Comitê de Auditoria Estatutário.

Com 22 anos de experiência nas áreas de Conformidade, Riscos e Governança, Dahan atuou em grandes empresas multinacionais como a Gerdau e a japonesa Nissan. Bacharel em direito, possui MBA em Gestão de Segurança Empresarial pela FECAP e pós-graduação em Liderança Empresarial e Comunitária pela INSPER/SP.

Mudanças na diretoria executiva

A petroleira também informou que a Diretora Executiva Financeira e de Relacionamento com Investidores, Andrea Almeida, o Diretor Executivo de Comercialização e Logística, André Chiarini, o Diretor Executivo de Exploração e Produção, Carlos Alberto Pereira de Oliveira e o Diretor Executivo de Desenvolvimento da Produção, Rudimar Lorenzatto, comunicaram ao conselho que não têm interesse de renovar seus respectivos mandatos para um novo período, com os mesmos tendo se encerrado no dia 20 de março.

Segundo o comunicado emitido pela empresa, os diretores executivos alegaram não tratar-se de ato de renúncia e que estão comprometidos a cumprir rigorosamente com todos os seus deveres e obrigações até a posse de seus respectivos sucessores, o que deve acontecer após realização da Assembleia Geral Extraordinária, marcada para 12 de abril.