Eletrobras renegocia dívida de R$ 306 milhões da CEA

Novo acordo busca viabilizar privatização da distribuidora

A Eletrobras anunciou em comunicado ao mercado que a Eletronorte assinou com a CEA (AP) e demais credores acordo para renegociação de dívidas. O objetivo é além da viabilização do recebimento dos créditos em face da situação da CEA, auxiliar na realização da privatização da distribuidora. A dívida nova ficou em R$ 306.182.316,88, na data base de 30 de junho de 2021.De acordo com o comunicado, uma das condições de eficácia do acordo é o êxito da privatização prevista para ocorrer até 30 de junho de 2021.

A dívida é formada pelo pagamento de dois subcréditos: um no valor de R$ 220.883.436,37 e outro de R$ 85.298.880,51, ambos divididos em 24 parcelas. A renegociação preserva valor para a Eletronorte em relação ao crédito atual à medida que antecipa o seu prazo de recebimento de 7,1 anos para 2 anos. Os valores que a Eletronorte vai receber da CEA estão provisionados nas demonstrações financeiras da Eletrobras.