Siemens fecha acordo para equipar LTs na Paraíba e Minas Gerais

Contratos assinados com o Grupo Cobra preveem Sistemas de Proteção, Controle e Telecomunicações para projetos Solaris e Borborema da Sterlite Power

A Siemens fechou acordo com o Grupo Cobra para fornecer equipamentos a duas novas linhas de transmissão da indiana Sterlite Power na Paraíba e Minas Gerais, somando mais de 400 quilômetros a serem implementados até 2023.

O pacote envolverá sistemas de Proteção, Controle e Supervisão, compostos por painéis com Relés de Proteção e Controle Siprotec 5, além de um software supervisório do Grupo Sage e Cepel, ambos para os projetos Borborema (PB) e Solaris (MG).

A participação da companhia envolve ainda soluções voltadas para o Sistema de Telecomunicações, que inclui painéis com equipamentos OPLAT Siemens PowerLink, multiplexadores, rede de dados, telefonia e sistema de energia 48Vcc.

Os contratos foram assinados entre os meses de fevereiro e março deste ano, com previsão de entrega para o primeiro trimestre de 2022. Antes de ser aprovada, a empresa ressaltou que passou por um rigoroso processo de auditoria envolvendo mais de 20 funcionários de várias de suas áreas, atingindo nota máxima na avaliação.

Solaris possui 298 quilômetros de linhas e será responsável por aumentar a confiabilidade e reforçar a conexão do sistema centro-norte do estado conectando as hidrelétricas de Três Marias e Pirapora. O sistema é formado pelas LTs Janaúba 3 – Jaíba (230 kV) e Pirapora 2 – Três Marias (345kV), e pelas subestações Jaíba (230/138 kV) e Janaúba (500/230/138 kV), levando também ao SIN a energia elétrica proveniente dos parques fotovoltaicos da região.

Já Borborema terá 122 quilômetros para o suprimento da região metropolitana de João Pessoa, além de viabilizar o aproveitamento do potencial de geração eólica. O sistema vai incluir a construção da linha Campina Grande III – João Pessoa II (500 kV) e implantação da subestação João Pessoa II (500/230/69), incluindo ainda o seccionamento de Goianinha – Mussuré II (230 kV), Goianinha – Santa Rita II (230 kV) e Santa Rita II – Mussuré II (230 kV).