Petrobras reverte prejuízo e lucra R$ 42,8 bi no 2º trimestre

Empresa vai antecipar os dividendos de exercícios de 2021 no montante de R$ 31,6 bilhões

A Petrobras divulgou nesta quarta-feira, 04 de agosto, os resultados financeiros para o 2º trimestre. A empresa registrou lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 42,855 bilhões, revertendo prejuízo de R$ 2,713 bilhões obtido em igual período anterior. Com isso, a empresa teve um lucro de R$ 44,022 bilhões no primeiro semestre, contra um prejuízo de R$ 51,236 bilhões em 2020.

O ebtida ajustado da Petrobras ficou em R$ 61,938 bilhões no segundo trimestre, 147,9% acima do registrado no mesmo período anterior. Nos seis primeiros do ano, a empresa teve ebtida ajustado de R$ 110,887 bilhões, 77,4% a mais que em iguais meses do ano passado.

A receita de vendas da empresa alcançou R$ 110,710 bilhões de abril a junho, 117,5% maior que no ano passado. De janeiro a junho, a receita ficou em R$ 196,884 bilhões, crescimento de 55,8%. A receita com a venda de energia elétrica alcançou R$ 3,092 bilhões no trimestre, 622,4% acima do período anterior; no semestre atingiu R$ 6,062 bilhões, 261,3% a mais que em 2020. A venda de gás natural alcançou R$ 7 bilhões, 78,5% a mais no trimestre, e R$ 12,685 bilhões no semestre (+36,4%). As vendas de gás aumentaram devido à maior demanda do mercado não termelétrico e à atualização trimestral dos contratos de venda.

O lucro bruto do segundo trimestre ficou em R$ 57 bilhões, 212,9% maior que no período anterior. No semestre, o lucro bruto ficou em R$ 101 bilhões, 102,8% maior que em 2020. A dívida líquida da empresa ficou em US$ 53,262 bilhões. A empresa investiu US$ 2,364 bilhões no trimestre 22% a mais, e no semestre US$ 4,278 bilhões, 2,1% a menos. Em Gás e Energia, os investimentos somaram US$ 94 milhões no trimestre e US$ 157 milhões no semestre, com altas de 77,4% e 13,8%, respectivamente.

A área de Gás e Energia teve lucro líquido de R$ 1,174 bilhão, 32,5% acima do segundo trimestre de 2020. No semestre, o lucro ficou em R$ 1,732 bilhões, 5% menor. O ebitda alcançou R$ 2,014 bilhões no segundo trimestre e R$ 3,798 bilhões, 3,7% a mais e queda de 8,3%. A receita de vendas ficou em R$ 13,960 bilhões no trimestre e R$ 26,047 bilhões no semestre, com altas de 71,1% e 39,9%.

A holding também divulgou que vai antecipar os dividendos de exercícios de 2021 no montante de R$ 31,6 bilhões, sendo R$ 21 bilhões a serem pagos em 25 de agosto e R$ 10,6 bilhões em 15 de dezembro. A medida foi aprovada em reunião do conselho de administração em vista dos bons resultados alcançados pela empresa.