Fitch confirma Rating ‘AAA(bra)’ da 1ª emissão de debêntures da UHE Tibagi

Segundo a agência de classificação, a perspectiva do rating é estável

A Fitch Ratings afirmou o Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA(bra)’ da primeira emissão de debêntures da Tibagi Energia SPE S.A. (UHE Tibagi), no montante de R$ 210 milhões. Segundo a agência de classificação, a perspectiva do rating é estável.

Com vencimento em julho de 2035, a emissão de debêntures da UHE Tibagi reflete a recente entrada em operação comercial da planta, os contratos de compra e venda de energia de longo prazo, a preços fixos, no Ambiente Regulado, o baixo risco de Operação e Manutenção (O&M), bem como sua limitada exposição ao risco hidrológico (GSF).

A estrutura da dívida é considerada padrão, sem exposição a descasamento de taxas entre a correção das receitas e a remuneração das debêntures, e possui uma conta reserva de seis meses. Além disso, contempla covenant de limitação de distribuição de dividendos e não permite endividamento adicional. O Índice de Cobertura do Serviço da Dívida (Debt Service Coverage Ratio – DSCR) médio de 1,30 vez no cenário de rating da Fitch é compatível com o rating ‘AAA(bra)’ de projetos de energia renovável.

A Fitch considera a operação simples e bem estabelecida no país, e há oferta de operadores disponíveis no mercado. Não são esperados reinvestimentos relevantes no projeto durante o prazo da dívida, e os custos estimados de O&M são considerados adequados em comparação a projetos similares. A UHE Tibagi conta, ainda, com uma conta reserva de O&M de três meses.