Eflul tem revisão tarifária aprovada em 5,53%

Em relação aos limites globais propostos para o período 2022 a 2026, a redução média anual é de 2,22% no DEC e de 5,71% no FEC

A Empresa Força e Luz Urussanga teve sua revisão tarifária periódica aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 5,53%, sendo de 10,06%, em média, para os consumidores conectados na alta tensão e de 1,7%, em média, para os consumidores conectados na baixa tensão. A decisão do colegiado passa a vigorar a partir de 29 de agosto de 2021.

A revisão tarifária é realizada a cada quatro anos, em média, de acordo com o contrato de concessão assinado entre as empresas e o poder concedente. Na revisão periódica são redefinidos o nível eficiente dos custos operacionais e a remuneração dos investimentos – a chamada Parcela B. No caso da distribuidora em questão, a revisão ocorre a cada cinco anos. Já o reajuste tarifário anual é aplicado anualmente, de acordo com fórmula prevista no contrato de concessão.

A diretoria aprovou também os limites dos indicadores de continuidade de Duração Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (DEC) e de Frequência Equivalente de Interrupção por Unidade Consumidora (FEC), para o período de 2022 a 2026.

Em relação aos limites globais propostos para o período 2022 a 2026, a redução média anual é de 2,22% no DEC e de 5,71% no FEC. Os indicadores de continuidade no DEC propostos ficaram em 9 horas de interrupções para o ano de 2022 para uma meta de 8 horas para 2026. Já para o FEC, a proposta é de sete interrupções em 2022 para cinco interrupções em 2026.